Áreas a desenvolver

Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

Metro Sul do Tejo

O metro vai sem dúvida catapultar a nossa cidade para o futuro. É um transporte rápido, pouco poluente e confortável. Para se deslocarem até ao centro da cidade, em vez de utilizarem os seus automóveis as pessoas poderão utilizar o metro. Este meio de transporte será uma alternativa muito mais apetecível do que os transportes barulhentos e poluentes que, presentemente, circulam em Almada. É sem dúvida uma referência urbana que todas as cidades deviam adoptar.
Zona de Alvalade 
Desde o dia 15 de Dezembro que o Metro circula até à Universidade. No eixo central da cidade e em Cacilhas decorrem as obras de construção do último troço da primeira fase.
O trajecto que entrou em funcionamento (entre a Cova da Piedade e a Universidade do Monte da Caparica), é um percurso que atrai novos passageiros, dado que passa por zonas de grande afluência populacional.
A previsão da Câmara é de alargar o trajecto do MST até à Costa da Caparica, e também possibilitar o seu alargamento até ao Lavradio, Barreiro, Fogueteiro e Baía do Seixal. Todo este troço está equacionado no âmbito do Quadro de Referência Estratégica Nacional, como necessidade importante para o desenvolvimento regional e nacional. É esta a opinião tanto da Câmara e do Ministro das Obras Públicas, Mário Lino, garante que o MST se irá expandir de acordo com as necessidades das populações, às quais o Governo irá estar atento. Prevê-se que a totalidade da rede do Metro estará funcional em Novembro deste ano.
 
Obras na cidade
Embora as obras avancem rapidamente, ainda estão em obras três importantes praças (Praça Gil Vicente, Praça MFA e Praça São João Baptista), obras estas que também têm em vista uma requalificação importante destes sítios.
 
Cacilhas
Será em Cacilhas a paragem terminal do MST. Já estão começadas as obras para esta área, que irão implicar mudanças nas carreiras dos TST. No entanto, será construído um terminal provisório junto ao terminal fluvial, de modo a facilitar a interligação entre os dois métodos de transporte.
Linha do Metro ao longo da Avenida 25 de Abril, em Cacilhas
 
Paragens MST
Ramalha, Pragal, Boa Esperança, Fomega, Monte da Caparica, Universidade.
Paragem no Pragal
 
Fonte: Revistas de Almada de Novembro e Dezembro de 2007 e de Janeiro de 2008 (adaptado)
 
Boas pesquisas e bons cliques!
SILIA
Sentimo-nos: Com vontade de andar de metro!
Guião do projecto:
Partilhado por futuralmada às 16:42
link do post | Comenta! | Espreitar (1) | favorito
Sábado, 22 de Dezembro de 2007

Nova praça São João Baptista

Com a implementação do Metro Sul do Tejo, abre-se uma janela de oportunidades para requalificar a cidade de Almada. No centro, essa requalificação vai passar por novas praças e largos, ruas e avenidas.

 

A emblemática e bem conhecida Praça São João Baptista, no coração de Almada, ponto de encontro de milhares de pessoas e palco de centenas de eventos por ano, vai ficar como nova.

 

Neste momento decorrem já algumas obras de modernização das infra-estruturas, seguindo-se a requalificação dos espaços exteriores.

 

 

 

                

 

Obras na Praça S. João Baptista (fotos tiradas pelo grupo)

 

A nova Praça São João Baptista vai receber novas árvores (ao todo serão 18), novo mobiliário urbano (bancos, papeleiras, um bebedouro e ecopontos), novo pavimento e nova iluminação pública.

 

 

Nova praça São João Baptista

 

A água vai ser um novo e forte elemento na Praça S. João Baptista, com duas fontes que, em conjunto com uma terceira localizada junto à Oficina de Cultura, proporcionarão uma maior frescura e beleza à zona central da cidade.

 

Até ser possível usufruir de um novo espaço, será necessário aguardar alguns meses, durante os quais decorrerão as obras. Neste período vão existir condicionalismos de trânsito e de circulação pedonal na Praça.

 

Fonte: Revista de Almada de Outubro de 2007 (adaptado)

 

Queres saber o nosso próximo post? Descobre!



 

 

Boas pesquisas e bons cliques!

 

SILIA

 

 

 

Sentimo-nos: Com o Natal à porta!
Guião do projecto:
Partilhado por futuralmada às 00:02
link do post | Comenta! | Espreitar (1) | favorito
Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2007

Organizar o estacionamento

O estacionamento nos passeios é uma das infracções mais frequentes no centro de Almada. É necessária a tomada de medidas que visem a devolução dos passeios aos peões.

 

Ao pé da Escola Emídio Navarro

 

O Plano de Mobilidade – Acessibilidades 21 diagnosticou que, em Almada, mesmo quando existem lugares de estacionamento legais e desocupados, um grande número de utentes estaciona ilegalmente no espaço. A gradual implementação do Plano tem tomado medidas para alterar esta realidade. Na Avenida Rainha D. Leonor os passeios foram alargados e adoptadas medidas de acalmia de tráfego. Foi ainda reordenado o estacionamento e reforçada a fiscalização.

 

A Av. Rainha D.Leonor sem carros nos passeios

 

A ECALMA – Empresa Municipal de Estacionamento e Circulação de Almada tem vindo a ter um importante papel na sensibilização dos automobilistas para alteração do hábito de estacionar em cima dos passeios. Para tal, distribui os folhetos «Já viu onde tem os pneus?!», alertando para os aspectos negativos desta situação e apelando para o estacionamento em lugares próprios.

 

Parte do folheto distribuído

 

Através de uma gestão e fiscalização mais rigorosa do estacionamento, combatendo ilegalidades, os peões estão gradualmente a recuperar os passeios, podendo circular com mais segurança e prazer pelas ruas.

 

 

Fonte: Revista de Almada - Outubro de 2007 (adaptado)

 

Queres saber qual vai ser o nosso próximo post? Descobre através deste puzzle:


 


 



 

 

 

 

Boas pesquisas e bons cliques!

SILIA

Sentimo-nos: Almadenses!
Guião do projecto:
Partilhado por futuralmada às 21:59
link do post | Comenta! | favorito
Terça-feira, 18 de Dezembro de 2007

O futuro da Lisnave – Almada Nascente – Cidade da Água

A Lisnave era um estaleiro de reparação e construção naval. Presentemente encontra-se desactivado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Está a ser desenvolvido um Plano de Urbanização para uma área de 115 hectares, na Frente Ribeirinha Nascente de Almada, integrando os 50 hectares dos antigos estaleiros da Lisnave. O projecto está a ser desenvolvido com o envolvimento da população, num processo participado.

 

 

 

 

Prevê-se a criação de um passeio fluvial, áreas verdes, museu marítimo, centro científico, parque de sensibilização ambiental, habitação, marina, terminal de cruzeiros e um interface de transportes públicos, entre outros projectos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nota: Através de uma simulação em 3D, uma proposta de infra-estruturas possíveis para esta zona, onde a envolvência do rio com o espaço urbano é uma constante, permitindo a quem lá vive uma qualidade de vida invejável.

 

Esta Cidade da Água, com cerca de 2.5 km de extensão ao longo do rio Tejo, pretende ser uma comunidade urbana de futuro, articulando valores ambientais, socio-económicos e turísticos.

 

Potenciar a mobilidade dos cidadãos, apostando nos transportes públicos menos poluentes, nas ciclovias, nos percursos pedonais; criar espaços de encontro abertos ao rio, estimulando a vivência colectiva e intergeracional; salvaguardar os elementos históricos, valorizando a memória colectiva; e nunca perder de vista a eficiência energética e a sustentabilidade dos projectos, são algumas das metas desta futura cidade da água. Inclui alguns projectos interessantes como a produção de energia, o uso de energias renováveis o aproveitamento das docas como dissipadores de calor e a recolha das águas da chuva para rega.

 

Nos estaleiros vazios da Lisnave, construir-se-ão espaços públicos de grande vivência urbana e conviabilidade, de conhecimento, de encontro.

 

 

 

Fonte: Revista de Almada de Julho/Agosto de 2005 e Revista Almada Informa de Junho de 2004. Fotografias do slide inicial tiradas pelo grupo.

 

 

Descobre o nosso próximo post!



 

 

Boas pesquisas e bons cliques!

SILIA



Sentimo-nos: Futuristas!
Guião do projecto:
Partilhado por futuralmada às 21:10
link do post | Comenta! | Espreitar (1) | favorito

Em tempo real!



A nossa escola


Ver mapa maior

SILIA


SILIA

Adiciona-nos!

. 9 seguidores

Guião do projecto

1 - análise da cidade(13)

2 - projectos futuros(4)

3 - munícipes almadenses(5)

4 - cidades exemplares(1)

5 - áreas de aposta(7)

6 - propostas(15)

7 - iniciativas(5)

8 - comunicados(11)

9 - desafios(1)

todas as tags

Ideias fresquinhas

Metro Sul do Tejo

Nova praça São João Bapti...

Organizar o estacionament...

O futuro da Lisnave – Alm...

Arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Porque Intervenção Urbana é...

Interferir no que diz respeito à cidade de maneira civilizada,
valorizando os recursos existentes para os tornar em espaços de lazer ou postos de trabalho;
melhorar a qualidade de vida da população.

links

Nº de visitas:

Rugby tickets

Pesquisar

Tradutor