Áreas a desenvolver

Domingo, 27 de Janeiro de 2008

Processo de recolha e tratamento de afluentes em Almada

Almada tem preocupações relacionadas com o saneamento básico e tem investido fortemente nesta área nos últimos anos. Possui um sistema de recolha e tratamento da água fiável e de excelente qualidade.
 
A captação das águas para o abastecimento da população almadense é feita no aquífero do Tejo-Sado. Graças à elevada quantidade de água subterrânea, esta é unicamente submetida a um processo de cloragem (desinfecção), antes de ser armazenada em grandes reservatórios e posteriormente distribuída pelos 772 km de rede que leva a água potável aos consumidores do concelho. Depois, as águas residuais são colectadas através da rede de drenagem e depuradas nas ETAR, antes de serem lançadas no meio receptor. Algumas destas são aproveitadas para lavagens e rega.
 
 
 
 
Tratamento das águas residuais
 
A escassez de recursos naturais, dos quais a água doce é porventura um dos mais importantes, é actualmente uma das maiores preocupações mundiais. O tratamento das águas residuais é assim primordial para manter o delicado equilíbrio dos ecossistemas terrestres e aquáticos.
 
As águas residuais são tratadas em unidades de depuração (ETAR – Estação de Tratamento de Águas Residuais) e o processo de tratamento é escolhido em função do tipo de efluentes colectados (domésticos, industriais, mistos) e do meio receptor (rio, mar, solo, outro).
 
 
 
Em centros urbanos, como Almada, as águas residuais são recolhidas pela rede de drenagem, que as direccionam para os grandes emissários e estes para as ETAR. Aqui, através de um conjunto de processos físicos, químicos e biológicos em cadeia sequencial (nas quais também se inclui a desodorização do ar viciado proveniente dessas etapas de tratamento através de, por exemplo, torres de lavagem química ou torres de carvão activado), as águas são depuradas antes de serem lançadas no meio receptor hídrico, seguindo duas fases de tratamento: fase líquida e fase sólida.
 
 
 
 
Fonte: Ilustração e Fotografia – Nuno Farinha/Fernando Correia. Textos adaptados.
 
Boas pesquisas e bons cliques!
SILIA
Sentimo-nos:
Guião do projecto:
Partilhado por futuralmada às 23:40
link do post | Comenta! | favorito

Em tempo real!



A nossa escola


Ver mapa maior

SILIA


SILIA

Adiciona-nos!

. 9 seguidores

Guião do projecto

1 - análise da cidade(13)

2 - projectos futuros(4)

3 - munícipes almadenses(5)

4 - cidades exemplares(1)

5 - áreas de aposta(7)

6 - propostas(15)

7 - iniciativas(5)

8 - comunicados(11)

9 - desafios(1)

todas as tags

Ideias fresquinhas

Produtos Finas!

Colóquio «Cidadania, Dese...

Metro Sul do Tejo – servi...

Filme final!

Propostas - energia eólic...

Propostas – Distribuição ...

Propostas - Almada deverá...

Propostas - Combate à suj...

Propostas - Divulgação do...

Propostas - Falta de cons...

Arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Porque Intervenção Urbana é...

Interferir no que diz respeito à cidade de maneira civilizada,
valorizando os recursos existentes para os tornar em espaços de lazer ou postos de trabalho;
melhorar a qualidade de vida da população.

links

Nº de visitas:

Rugby tickets

Pesquisar

Tradutor